jusbrasil.com.br
17 de Novembro de 2019
    Adicione tópicos

    Erros frequentes em notícias, petições, pareceres, sentenças e acórdãos

    Espaço Vital
    Publicado por Espaço Vital
    há 9 dias

    Sigo apresentando casos de erros envolvendo questões de concordância, tanto de gênero quanto de número:

    - Haja visto o entendimento nacional... A expressão correta é sempre haja vista, porque se formou a partir do substantivo vista, e não da forma verbal visto.

    - A autoridade disse que poderá faltar alimentos. Vamos achar o sujeito? O que é que poderá faltar? Resposta: alimentos. Portanto, só falta aplicar a máxima da concordância: o verbo sempre concorda com seu sujeito. Assim: A autoridade disse que poderão faltar alimentos. Aliás, basta ficar atento à reclamação do Word: em caso de digitação errada, ele vai marcar.

    - Fazem trinta anos / trinta graus. Quando se refere a tempo, não importa se cronológico ou meteorológico, o verbo fazer é impessoal, ou seja, não pode ir para o plural. Portanto, corrija-se: Faz trinta anos / trinta graus.

    - É preciso que hajam mudanças profundas no País. Assim como fazer usado com relação ao tempo, o verbo haver utilizado com os sentidos de existir e ocorrer também é impessoal. Portanto: É preciso que haja mudanças profundas no País. Caso se opte pelo verbo ocorrer, este não é impessoal: É preciso que ocorram mudanças profundas no País.

    - É para mim fazer? Vamos perguntar: Quem fará? Resposta: Eu. Portanto, corrijamos: É para eu fazer?

    - Isto é para mim? E agora? Agora o sujeito do verbo é Isto, enquanto mim tem função de complemento. Em outras palavras, enquanto eu tem função de sujeito, mim será sempre complemento.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)