jusbrasil.com.br
21 de Maio de 2019
    Adicione tópicos

    Enredo brasiliense num filme pornô com título sugestivo: “Operação LEVA-Jato”

    Espaço Vital
    Publicado por Espaço Vital
    há 3 anos
    Um jato diferente

    Estão na fase final as filmagens de “Operação LEVA-Jato”, título quase igual à da operação que notabilizou a “República de Curitiba”. A diferença inicial está no ´e´ de ´Leva´ que nada tem a ver com o ´ de ´Lava´.

    O filme pornográfico que está sendo rodado pela produtora Brasileirinhas, considerada a maior realizadora pornográfica do país (4.000 títulos disponíveis), tem um enredo brasiliense.

    Artistas interpretam deputados, senadores, empreiteiros, assessoras, operadores (as) de propina, corruptores, corrompidos, agenciadoras de encontros e outros tipos assemelhados, incluindo vigaristas e ladrões comuns.

    As negociações ora são reservadas, ora às claras. Os segredos contrastam com momentos promíscuos.

    Mas tudo, seguramente, com muita profundidade...

    O ratinho

    No sistema informatizado de propina, flagrado pela Lava-Jato, o empresário Marcelo Odebrecht era “Gigi”.

    Segundo a ´rádio-corredor´ da OAB do Paraná, “Gigi” seria uma versão corrupcional brasileira para evocar Topo Gigio, um rato bonzinho, com personalidade infantil.

    Ele foi muito popular na Itália a partir de 1958 durante décadas. E fez sucesso na televisão brasileira nos anos 70 e 80.

    Na garupa

    A prisão, na semana passada, de Carlos Gabas, ex-ministro da Previdência ligado a Dilma Rousseff tem um detalhe – digamos – mais informal.

    É que Gabas gabava-se de, entre outras coisas, levar a então-presidente a passear pelas ruas de Brasília na garupa de uma de suas possantes motocicletas Harley-Davidson.

    A pressa que ajuda

    O jornalista Ricardo Boechat revelou na IstoÉ desta semana que “há um milagre em tramitação no Congresso”.

    Trata-se de um projeto de lei do senador Romero Jucá, presidente do PMDB, que demorou apenas três dias para ser analisado e aprovado pelo relator da Comissão de Constituição e Justiça, Benedito Lira (PP-AL). A matéria é do interesse das... construtoras.

    Se o projeto virar lei, as empresas serão favorecidas em caso de litígios com clientes que desistirem da compra do imóvel depois da assinatura do contrato.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)