jusbrasil.com.br
1 de Julho de 2022
    Adicione tópicos

    A burrice da burocracia do Detran

    Espaço Vital
    Publicado por Espaço Vital
    há 11 anos

    Por Dionísio Birnfeld,advogado (OAB/RS nº 48.200)

    Estranhando a demora para receber o documento novo do meu carro, após pagar IPVA, seguro obrigatório, DPVAT e licenciamento, fui ao saite do Detran-RS checar o que estava acontecendo. Para minha surpresa, encontrei a informação de que a minha documentação estava vencida e nenhum sinal havia de expedição de documento novo após a quitação integral dentro do prazo - de tudo o que era devido.

    Fui ao telefone e, após várias tentativas ao 0800 do Detran-RS, fui atendido por uma solícita servidora que verificou a situação e me forneceu o diagnóstico: eu teria pago o licenciamento duas vezes, o que fez com que o documento não fosse expedido.

    Perguntei, ingenuamente, se, tendo pago a taxa duas vezes, não deveria ter sido expedida a documentação nova, afinal de contas, não seria falta de dinheiro a causa para a omissão.

    Não!, respondeu a moça. O sistema não permite, vaticinou.

    Pedi, então, para que o problema fosse solucionado. Nada disso! Eu teria que ir a um CRVA para solicitar a emissão do documento novo e obter um similar provisório, pois meu carro poderia ser apreendido em uma blitz.

    O sistema não permite resolver por telefone, ouvi. Mas na hora o senhor já pega o documento provisório no CRVA, procurou consolar-me a atendente.

    Pois bem, arrumado o tempo para ir a um CRVA em um dia de semana, pus-me na fila à espera do chamado, com a senha na mão. Rapidamente, piiiii, meu número foi anunciado no painel eletrônico. E lá fui eu explicar o problema para a também simpática balconista.

    Paguei em dobro, não sei por que..., falei envergonhado.

    Não, corrigiu-me a funcionária, logo explicando, com ares de obviedade: o senhor não pagou duas vezes; na verdade o sistema não agrupou!

    Ah, bom..., pensei. O que? Não agrupou? Mas o que é agrupar?

    Confesso que não entendi a explicação, mas tudo bem. Por favor, moça, mande agrupar e me dê o documento provisório que tenho que ir trabalhar!

    Antes o senhor tem que pedir o agrupamento por escrito, esclareceu.

    De posse de um formulário onde apus meus dados pessoais, fui ensinado a pedir o agrupamento. É agrupamento de taxa ou tarifa, tanto faz, ouvi da minha orientadora.

    Bem que isso poderia ser feito por telefone ou pela Internet, não é?. Não, o sistema não permite - eu já tinha ouvido aquilo de alguém...

    Então, por favor, quero o documento provisório.

    Não, hoje não sai o documento. Não? Mas a moça do Detran disse que sim.

    Não, o sistema não permite hoje, só amanhã. Aí o senhor volta amanhã, pede o documento e o recebe na hora.

    Foi ao resmungar em meia voz que não retornaria e esperaria, então, receber o documento definitivo pela via postal que ouvi a gentil renovação da ameaça:

    "O senhor corre o risco de ter seu carro apreendido em uma blitz! Bem melhor vir aqui amanhã de novo e pagar uma taxinha de seis reais e pouco do que ter o carro levado..., arrematou a jovem.

    Como assim, taxa para emitir o documento provisório?, indaguei. Mas eu não tenho culpa de nada! Eu paguei tudo certinho, fiz tudo conforme o script, como todos os anos, defendi-me.

    Concordo, assentiu a minha interlocutora, mais uma vez lembrando que o sistema é assim.

    Nesse momento notei outra funcionária em pé, ao lado da colega, observando o atendimento. Com um sorriso de quem me olhava com dó pela minha incredulidade com a burrice da burocracia, a mocinha que estava ali só de passagem me colocou os pés no chão outra vez.

    Neste Estado de absurdos, o senhor quer ser mais realista que o rei? - perguntou-me ela.

    Caí na real! O sistema não permite nada, nem agrupa sozinho, mas a culpa é nossa...

    dionisio@benckesirangelo.adv.br

    3 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

    De tão indignada que estou com esse órgão estatal (Detran) em razão da completa ineficiência na prestação de seus serviços que resolvi pesquisar sob a burocracia nos órgãos públicos, mais especificamente no DETRAN e me deparei com seu texto. Parabéns você traduziu o sentimento de descontentamento através de suas palavras. E olha que já faz dez anos desse escrito, mas a semelhança e o sentimento é o mesmo. continuar lendo

    Se o sistema é burro, que foi o criador dele? Provavelmente os burocratas de plantão. continuar lendo

    De tão indignada que estou com esse órgão estatal (Detran) em razão da completa ineficiência na prestação de seus serviços que resolvi pesquisar sob a burocracia nos órgãos públicos, mais especificamente no DETRAN e me deparei com seu texto. Parabéns você traduziu o sentimento de descontentamento através de suas palavras. E olha que já faz dez anos desse escrito, mas a semelhança e o sentimento é o mesmo.. continuar lendo